quinta-feira, 13 de março de 2014

Séries de reportagens sobre a PEGADINHA DO GALEGO

Essa semana, o blog Agravo dará início a uma série de publicações relacionadas aos compromissos assumidos pelo ainda candidato e mais tarde Governador Jaques Wagner.
Em ano de eleição e sob o título bem humorado de “Pegadinha do Galego” vamos apresentar – periodicamente – diversas ações e obras amplamente divulgadas pela potente máquina de publicidade pessoal e administrativa de Wagner, e que revelaram-se verdadeiras pegadinhas.
Antes de mais nada, necessário registrar que durante a suas campanhas, Jaques Wagner sempre apresentou como seu maior atributo, o fato de ser amigo íntimo do ex-presidente Lula e da atual Presidente da República.
Ainda sob a lógica do Marketing oficial, ser do “mesmo time” e, sobretudo, extremamente perto a cúpula do poder, seria determinante para a Bahia virar um verdadeiro canteiro de obras e assim obter vantagem sobre os demais estados da federação.
Bom… passando-se quase 08 (oito) anos, todos já sabem o que aconteceu…A Bahia despencou na importância econômica nacional (conforme dados oficiais).
Se em 2006 a Bahia ocupava a 6ª posição no ranking do PIB por estado, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná.
Sob o comando do time de Wagner/Lula/Dilma, desde 2007, a Bahia foi ultrapassado por Santa Catarina e Distrito Federal em ritmo oscilante. Não bastasse tudo isso – a se manter o ritmo de crescimento das demais unidades – Goiás e Pernambuco já devem, em breve, ultrapassar a Bahia, jogando a terra do Galego para a 11ª posição;
O caso de Pernambuco é emblemático, ganhou tudo e mais um pouco, principalmente do Governo Lula. Virou um canteiro de obras, novo aeroporto de Recife (Salvador nada) duplicou a 101 (a Bahia nada), 02 Ferrovias (capengamos na FIOL), transposição com “02 pernas”, Fábrica da FIAT, Refinaria…
Já o amigo fraterno de Lula, o Governador Wagner não conseguiu traduzir essa “amizade” em grande diferencial. Quem tirou vantagem foi o menos íntimo Eduardo Campos em Pernambuco, Sérgio Cabral no Rio, família Gomes no Ceará dentre outros.
Durante todo esse período, Wagner alimentou a população com promessas que nunca se efetivam, divulgando ações preliminares como fatos consumados, prometendo sem o compromisso de realizar.
O Agravo apresentará algumas das Pegadinhas do Galego. Promessas repetidas a exaustão, publicizada em grandes campanhas, com maquetes em computação gráfica… tudo na base de “minha amizade com Lula/Dilma viabilizará tudo para nós”.
* O Agravo enviara tudo para a Assessoria de Comunicação do Governo na expectativa de que seja explicado por que o Governador do time de Lula, anunciou e não cumpriu os compromissos.

Sem comentários:

Enviar um comentário